fotógrafos

Sally Mann

Sally Mann a tirar uma fotografia

"Não é pelo simples facto de se usarem processos tradicionais que as imagens ou obra de alguém passa a ser interessante."

Sally Mann usa processos tradicionais e o seu trabalho é mesmo interessante. A sua fotografia tem um cunho pessoal vincado e sempre retratou o que a rodeava: familia, a quinta e os animais. Reconhece o gosto pelo erro, pelo inesperado que acontece quando trabalha com colódios.

Aqui fica um vídeo inspirador:

Sally Mann from Alexander Joffre on Vimeo.

Thomas Kellner - uma estética diferente

Thomas Kellner Torre de Belem

O fotógrafo alemão Thomas Kellner cria panorâmicas de grande formato de locais conhecidos pelo mundo fora usando filme de 35mm. O resultado final é conseguido com scans de tiras de filme; o que indica um planeamento meticuloso para cada sessão.

Segundo o artista, começou com influências de uma estéstica cubista que evoluiu para um expressionismo desconstrutivista.

 

Em 1999 passou por Lisboa e tirou algumas fotos por lá...

Thomas Kellner

 

 

Thomas Kellner - Ponte 25 de Abril

Thomas Kellner - Igreja do Carmo

Thomas Kellner - Elevador de Santa Justa

Podem ver mais no site de Kellner.

Ian Ruhter - Alquimista

Ian Ruther

 

Projecto Silver & Light do americano Ian Ruhter é verdadeiramente impressionante. Começou por fazer fotografia de grande formato (8x10"), farto de ver os fotógrafos que o rodeavam com as mesmas câmaras decidiu transformar um camião numa câmara fotográfica e viajar pela América a tirar fotografias.

 

O fotografo a dado momento diz que cada foto foto que tira, há um bocado dele que vai com a foto...trabalhando com chapas entre 27”x36” e 48”x60”; com o custo de uma chapa em $500 não é brincadeira...

 

Isto é pintar com prata e luz !

 

 

http://www.ianruhter.com/

 

A história de Vivian Maier

vivian maier

 

Em 2007 John Maloof comprou uma caixa com 30.000 negativos num leilão; ficou admirado com a qualidade das fotografias e depois de investigar descobriu que tinham sido tiradas por Vivian Maier, uma ama de Chicago que gostava de fazer fotografia de rua nas folgas.

 

Entretanto reuniu mais herança da fotógrafa, tendo ficado com cerca de 100.000 imagens, milhares das quais inéditas.

 

 John Maloof já fez várias exposições, editou um livro e vem um documentário a caminho! Dizem quem ele descobriu uma das melhores fotógrafas de rua do século 20, e com tanto material que tem, entre exposições e venda de fotografias tem um negócio para a vida. 

 

Este é o sonho americano.

http://www.vivianmaier.com/